Postado em quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Entidades querem assumir canil municipal


Henrique Higino

A Sopranas (Sociedade Protetora dos Animais) e a Fundação São Francisco de Assis de Proteção dos Animais pretendem assumir a coordenação do atual canil municipal, localizado no bairro Campos Elíseos. O local tem sido alvo de reclamações das duas entidades e de pessoas inconformadas com a situação do canil: Cães adultos ocupam o mesmo espaço dos filhotes. Pior: machos e fêmeas também convivem no mesmo local.

A transferência da direção para as duas entidades depende da prefeitura. “Enviamos a proposta”, disse o diretor de Finanças da Sopranas, Paulo Roberto Prado. O objetivo das duas entidades é mudar a maneira como vem sendo conduzido o tratamento aos cães de rua na cidade. Para isso, Prado conta que uma das metas é fazer a esterilização dos animais, através de convênio com o curso de veterinária da Unifenas (Universidade José do Rosário Velano), que, segundo ele, manifestou interesse em ajudar.

A proposta de esterilização dos animais não é nova no município. No início do mandato do prefeito Pompilio Canavez (PT), o secretário de governo, Luiz Antônio da Silva, anunciava que este serviço seria uma meta na cidade.

Com a esterilização, seria reduzido o número de animas sacrificados, outro objetivo da entidade. “Não queremos que os animais sejam sacrificados, pelo menos os sadios”, disse. Outro serviço que as entidades iriam desenvolver seria campanhas de adoção dos animais.

Para que esses trabalhos sejam possíveis, Prado destaca que a prefeitura teria que arcar com os custos de manutenção dos trabalhos, como transporte, alimentação e locais para exposição dos animais a serem doados.

A resposta do prefeito sobre a proposta apresentada pelas entidades não tem uma data definida, mas deve ocorrer na próxima semana. Prado reclama do excesso de reuniões para decidir sobre a proposta. “Já foram realizadas duas reuniões e o Departamento de Meio Ambiente ainda queria marcar mais uma”, criticou, lembrando que as ações deveriam ser mais prática.

A coordenadora da Fundação São Francisco de Assis de Proteção dos Animais, Andréia Costa Duarte, mostrou disposição em assumir os serviços do canil. Disse que esteve hoje no abrigo de cães e que a situação “melhorou um pouco” após a última semana, quando o caso começou a ser divulgado na imprensa e debatido com as lideranças políticas. Segundo ela, nesta quarta-feira havia 62 animais no local. Andréia pretende – caso as entidades assumirem - focalizar as ações na doação dos animais.

“3 mil cães soltos”

O vereador Domingos dos Reis Monteiro (Dominguinhos/PT) disse, na última reunião do legislativo, que existe nas ruas de Alfenas “3 mil cães soltos”. Ele, juntamente com o vereador Eliacim do Carmo Lourenço (PCdoB), participaram de uma reunião com as duas entidades no ultimo dia 08, para debater sobre a situação de falta de estrutura do canil.

Dominguinhos mostrou apoio na transferência da direção do canil para as duas associações. Disse que irá encaminhar ao prefeito a sugestão de deixar que as duas entidades protetoras dos animais assumam a direção do canil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.